Os dados, por si só, quer estejam ordenados numa tabela ou espalhados numa folha de cálculo, necessitam que o seu leitor os visualize, interprete e lhes dê algum sentido. Doutra forma, ficarão “invisíveis”. As folhas de cálculo são capazes de mostrar dados de forma organizada e estruturada, com grande potencial de análise, se combinadas com a selecção e filtragem de informação. Talvez por isso, Edward Tufte adoptou a inclusão de pequenos gráficos dentro das colunas da tabela: por exemplo, uma barra por linha ou um pequeno gráfico de linha. Assim nasceu o termo SPARKLINE. Embora se diga que o Tufte inventou as “linhas de faíscas”, o que ele fez foi, apenas, popularizar a sua utilização e técnica.

O Solver - o suplemento mais poderoso do Excel - utiliza-se para determinar o valor máximo ou mínimo de uma célula alterando outras células. Por outras palavras, “E se alterar esta variável, o que é que acontece…?” Vamos ficar a saber como usar esta ferramenta para ajustar os valores nas células de variáveis de decisão e de constrangimento para produzir o resultado que se pretende para a célula de objetivo.

Mas antes de começar a usar o Solver é necessário ativá-lo. Não se preocupe, o processo é bastante simples:

Esqueça os romances cor-de-rosas ou os policiais do costume. O que nos vai “arrefecer” este verão é o Excel. Que melhor leitura de férias, para preparar a rentrée profissional? Sentados na esplanada ou à sombra de um pinheiro, vai valer a pena recordar os conceitos básicos das folhas de cálculo do Excel.

Esta é a pergunta para 1 milhão de euros. Muitas empresas, por todo o mundo, estão a utilizar o Power BI nas suas actividades operacionais e de decisão, e as que não estão vão ser obrigadas a fazê-lo. E porquê? Porque a informação de apoio à decisão é agora gerada e gerida em tempo real, a sua aplicação é funcional e simples e vários utilizadores podem servir-se deste recurso, que antes era apenas acessível a pessoas com conhecimentos técnicos nas tecnologias de informação, para melhorar o seu desempenho. Quem for capaz de perceber o impacto que o Power BI está a causar na exploração, criação e análise de dados e estiver preparado para o dominar irá estar mais capacitado para receber as “ondas de choque” deste novo modelo de gestão.

Uma questão muito pertinente quando procuramos aumentar o lucro da empresa é a do product-mix. Qual a combinação ótima de produtos a produzir e vender que maximiza os resultados e simultaneamente satisfaz a procura? A resposta requer uma contabilidade analítica capaz de determinar margens de contribuição por produto e um pouco mais: requer um modelo de otimização que por “tentativa e erro” chegue não só a uma solução possível mas principalmente à solução ótima.

Só as empresas que consigam “controlar os seus números” poderão melhorar a sua performance e atingir com sucesso os seus objectivos de rentabilidade e sustentabilidade. O controlo de gestão, através da execução estratégica das suas metodologias, permite ao controller alinhar os processos das empresas com a aplicação das ferramentas de avaliação e gestão do seu desempenho.