logotipo

Em 1980 Michael Porter desenvolveu o modelo que ainda hoje é considerado uma referência essencial para líderes e gestores de todo o mundo: o modelo de 5 forças competitivas. Através dele, as empresas procuram não só compreender e caracterizar o ambiente competitivo em que operam mas também geri-lo ativamente na busca de vantagens estratégicas e rentabilidade. Neste artigo propomos um desafio: até que ponto conhece o modelo de Porter? Faça o quiz e descubra.

O gestor de projetos é a pessoa que acompanha a execução do projeto e, por vezes, não precisa de estar fisicamente presente no local de execução do mesmo. No entanto, é a ele a quem as responsabilidades do projeto são atribuídas.

Tal como vimos num artigo anterior, o custo de posse dos inventários é um alvo a abater para muitas empresas. Em alguns setores, principalmente aqueles que têm de lidar com grandes quantidades de inventário, a maior eficiência na gestão de inventários é uma vantagem competitiva assinalável. Neste artigo, veremos um exemplo prático que é comum a diversas empresas do setor comercial: como minimizar o custo de posse dos inventários mantendo um inventário mínimo de segurança e cumprindo com um requisito de quantidade mínima de encomenda. Para resolver este problema, recorreremos ao suplemento “Solver” do Microsoft Excel.

O gestor de projetos é o profissional a quem foi atribuída a responsabilidade de planear e controlar a execução do projeto, conduzindo o projeto para o sucesso através das considerações dadas pelos patrocinadores, clientes, entre outros indivíduos.