Sou dos que acham que a maior parte do nosso poder de decisão reside na capacidade de questionar. São as perguntas que orientam a análise do que está a acontecer no mercado num dado momento, no processo de construção de novos produtos ou na capacidade de motivar aqueles que se relacionam e trabalham connosco. Inspirado por alguns autores que admiro, decidi elaborar uma lista de perguntas que, de tempos a tempos, vale a pena fazer:

Os dois elementos de escassez da economia são atualmente a confiança e a atenção.

A confiança é escassa porque não é um simples instinto e é muito frágil, desaparecendo frequentemente em função da ganância, atalhos ou ignorância.

O orçamento anual é provavelmente a ferramenta de gestão mais usada na gestão das empresas. A sua popularidade encerra também algum cinismo: a maior parte dos gestores acredita que o orçamento anual é uma tarefa…

Considera-se satisfeito com a forma como usa o seu tempo? Se é um gestor e repondeu sim a esta questão, saiba que faz parte de um grupo muito restrito de líderes que gere eficazmente o seu ativo mais precioso: o tempo.

Eu sou proprietário de uma pequena loja e verifico que um dos meus concorrentes mais próximos parece faturar muito mais do que eu. Pedi a alguns amigos para o visitarem e ver o que é que ele faz de diferente e o que me disseram foi que ele parece conversar muito melhor com as pessoas. Ainda assim, eu acho que tem que haver algo mais. Tem algumas ideias sobre o que é que eu posso fazer para melhorar?

Eu não sou especialista em Finanças, creio que nunca o serei. Mas tive recentemente de participar na negociação de uma aquisição de uma empresa e decidi fazer um curso especializado em rácios de gestão on-line. Aqui fica um resumo do que aprendi.

O oposto do escuro é a luz. A luz torna o escuro menos daquilo que ele é. O oposto do quente é o frio. Adicionar um ao outro diminui os dois. Então qual é o oposto do sucesso?

"Estou a tentar decidir se devo continuar a trabalhar a partir de casa ou ir para um escritório fora de casa. Com o meu negócio a crescer, mudar parece ser a coisa mais natural, mas eu gosto muito de poupar dinheiro! O que devo fazer?"

Com toda a propaganda que rodeia as redes sociais, muitas vezes esquecemo-nos que o site de uma PME ainda é importante na construção da sua marca, da sua confiança e da lista de clientes.

A maior parte das vezes, as pessoas não querem um reembolso ou um bónus. Tudo o que elas realmente querem é que você as ouça e que faça a coisa certa. E se todos os gestores e pessoas que contactam os clientes na sua empresa acreditassem nisso?