Numa das nossas ações de formação em Power BI aplicado a gestão e finanças, fui confrontado com uma questão interessante: um dos formandos, o responsável financeiro de uma grande empresa de prestação de serviços de catering, pretendia uma previsão da procura de refeições servidas em cantinas que dependesse, entre diversos outros fatores, do tempo. Pela experiência dele no setor, quanto melhor estiver o tempo, menos as pessoas recorrem às cantinas e mais aproveitam para fazer as refeições fora. 

Como construir a previsão do tempo para um conjunto de cidades de forma automática e que sustente um modelo de previsão da procura em Power BI?

O controlo de gestão deve ser visto como um fator de competitividade da empresa, uma vez que afeta a definição das estratégias a serem executadas. Assim, é importante que todos os elementos da organização estejam comprometidos com a sua implementação para melhorarem os desempenhos empresariais e individuais.

Como saber se uma empresa está em risco de falência? Para dar resposta a esta pergunta são calculados e analisados várias rácios e indicadores de atividade, de equilíbrio financeiro, de rentabilidade e até de risco. A análise de cada um destes indicadores é única e reflete uma posição relativa da saúde financeira da empresa. Pode até acontecer que o resultado de um indicador seja contrário ao resultado de outro, pelo que não é fácil compreender o conjunto de resultados de forma integrada.

Uma questão muito pertinente quando procuramos aumentar o lucro da empresa é a do product-mix. Qual a combinação ótima de produtos a produzir e vender que maximiza os resultados e simultaneamente satisfaz a procura? A resposta requer uma contabilidade analítica capaz de determinar margens de contribuição por produto e um pouco mais: requer um modelo de otimização que por “tentativa e erro” chegue não só a uma solução possível mas principalmente à solução ótima.

Só as empresas que consigam “controlar os seus números” poderão melhorar a sua performance e atingir com sucesso os seus objectivos de rentabilidade e sustentabilidade. O controlo de gestão, através da execução estratégica das suas metodologias, permite ao controller alinhar os processos das empresas com a aplicação das ferramentas de avaliação e gestão do seu desempenho.

A sua empresa encomenda mercadoria que tem de manter em stock. O dilema que terá de enfrentar é o de encomendar de mais e suportar o investimento em necessidades de fundo de maneio ou encomendar de menos e perder vendas. Mas, se tiver a oportunidade de fazer uma pequena encomenda e testar o produto nas duas ou três primeiras semanas, verá que é possível prever com precisão o total das vendas desse produto e evitar este dilema clássico.

Para a maioria das empresas, conceber uma previsão de vendas eficaz, capaz de estimar com rigor o impacto de diversas variáveis nos resultados, oferece inúmeras vantagens, das quais provavelmente a mais importante será permitir planear as ações da gestão com o conhecimento certeiro do seu efeito nos resultados. Vamos ver como uma loja online pode estimar as suas vendas em função do tráfego do seu website, da sazonalidade, dos preços de venda e de um fator de inovação dos seus produtos. Os dados são recolhidos do Google Analytics e do software de gestão da empresa com as devidas alterações para proteger a empresa.

A função mais importante dos relatórios de gestão, mais do que meramente informar os stakeholders sobre a vida da organização, é a de fornecer a informação essencial e relevante à ação da gestão. No entanto, verifico que muitas organizações ainda consomem inúmeros recursos, nomeadamente humanos, na “produção de relatórios” que ninguém lê. É no entanto possível e desejável melhorar o processo de construção de relatórios de gestão e torná-los num instrumento útil. Aqui ficam algumas sugestões para isso.

DAX significa Data Analysis Expressions e é um conjunto de expressões e operadores que se parecem bastante com as fórmulas do Excel. Podemos utilizar expressões DAX no suplemento Power Pivot do Excel, no Power BI Desktop e no SQL Server Analysis Services para construir indicadores, rácios, destacar informação de gestão, analisar resultados em função de critérios temporais e aceder a todo um conjunto de ferramentas de business intelligence.

Uma das ferramentas gráficas de análise do Excel que continua a não ser totalmente compreendida, e que por isso é largamente ignorada, são os gráficos do tipo “Boxplot”. Estes gráficos permitem fazer uma análise estatística rápida de um conjunto de dados e mostrar novas perspetivas sobre a informação, até aqui praticamente desconhecidas.