quinta, 06 dezembro 2012

Esteja alerta para os riscos no trabalho!

Escrito por 

Estamos tão preocupados com a crise ou a pseudo-crise, e com questões económicas, que estamos a esquecer uma das questões mais importantes da economia: o bem-estar dos trabalhadores.
Trabalhadores infelizes e em risco, obviamente não são produtivos. É urgente e necessário lembrar todos (entidades empregadoras e trabalhadores) que não podemos correr o risco de retornar a condições sub-humanas de trabalho, como aconteceu no início dos tempos das sociedades avançadas, logo após a revolução industrial!

O ano 2012 foi declarado o ano da Campanha Europeia de avaliação dos riscos psicossociais no trabalho. Durante a última década, as medidas de Higiene, Saúde e Segurança no trabalho obtiveram elevada atenção. Porém, mesmo assim, tudo acabou por se centrar excessivamente em aspetos externos ou condições físicas: iluminação, temperatura, doenças do sistema musculo-esquelético, etc.

A evolução é bastante positiva mas, felizmente, tanto a Agência Europeia para a Segurança e a Saúde no Trabalho como a Autoridade para as Condições do Trabalho em Portugal, avançaram em nomear o 2012 como o ano dos riscos psicossociais. Infelizmente, podemos afirmar com alguma certeza, que são uma minoria as empresas portuguesas que têm feito algo no âmbito dos riscos psicossociais.
As mudanças significativas que ocorreram no mundo do trabalho nas últimas décadas resultaram em riscos emergentes no campo psicossocial. Os riscos psicossociais relacionados com o trabalho têm sido identificados como um dos grandes desafios contemporâneos para a saúde e segurança e estão ligados a problemas nos locais de trabalho, tais como o stress, violência ou ameaças de violência, assédio (moral, sexual e outros) no trabalho.
A campanha tem como objetivo promover a avaliação dos riscos psicossociais nos locais de trabalho e incrementar a melhoria da qualidade das avaliações de riscos existentes.

Segundo estatísticas da União Europeia, cerca de 8% dos trabalhadores portugueses afirmaram ter um ou vários problemas de saúde ligados ao trabalho, (a média europeia estava em 8,7%) em que mais de 48% dos casos afetava a vida do dia-a-dia e cerca de 50% determinava uma situação de absentismo. Cerca de 19% declararam que os problemas que vivenciavam estavam relacionados com a saúde mental e cerca de 50% com a saúde física.
Segundo a Agência Europeia para a Segurança e a Saúde no Trabalho o principal obstáculo à prevenção dos riscos psicossociais nas empresas portuguesas é, sem dúvida, a falta de recursos (65% dos casos), embora estejam sensíveis às exigências legais sobre a matéria.
Se a sua empresa quer começar a fazer algo neste sentido, este é o momento.

Pode aproveitar, por exemplo, as medidas dos programas Estímulo 2012 (http://www.iefp.pt/apoios/empresas/Paginas/MedidaEstimulo2012.aspx) ou Programa Impulso Jovem (http://www.impulsojovemportugal.pt/) e contratar um profissional de forma quase totalmente financiada, para realizar a avaliação dos riscos psicossociais na sua empresa.
No site encontrará todos os instrumentos necessários para conduzir um estudo interno sobre riscos psicossociais. É só fazer o download e eventualmente adaptar alguns instrumentos:

1. Download do Guia:
http://www.av.se/dokument/inenglish/European_Work/Slic%202012/Portuguese_1.pdf
2. Ferramentas para avaliação dos Riscos Psicossociais
http://www.av.se/dokument/inenglish/European_Work/Slic%202012/Portuguese_4.pdf
3. Guião de Entrevista/Check List
http://www.av.se/dokument/inenglish/European_Work/Slic%202012/Portuguese_5.pdf
4. Questionário de avaliação
http://www.av.se/dokument/inenglish/European_Work/Slic%202012/Portuguese_6.pdf
5. Questionário especifico para Hotéis e Restaurantes
http://www.av.se/dokument/inenglish/European_Work/Slic%202012/Portuguese_8.pdf
6. Questionário avaliação Carga de Trabalho Psicossocial
http://www.av.se/dokument/inenglish/European_Work/Slic%202012/Portuguese_10.pdf
7. CheckList Stress no Trabalho
http://www.av.se/dokument/inenglish/European_Work/Slic%202012/Portuguese_11.pdf

Para ver o website europeu da campanha, clique aqui.
http://www.act.gov.pt/(pt-PT)/CentroInformacao/campanhas/Paginas/default.aspx

Patrícia Araújo

Patrícia Araújo é Escritora, Consultora de RH e Formadora. É Psicóloga (Membro da Ordem dos Psicólogos Portugueses) e Mestre em Psicologia Organizacional pela Universidade do Porto e paralelamente é professora de Yoga., exerce consultas de psicologia (orientação psicologia positiva-humanista), sendo também docente universitária. Contacto: pattaraujo@gmail.com

  • Nenhum comentário encontado

Deixe os seus comentários

Comentar como convidado

0
Os seus comentários estão sujeitos a aprovação