segunda, 10 dezembro 2018

Trabalhe menos e faça mais... Microsoft Flow

Escrito por 

Neste artigo, dou a conhecer o Flow, uma nova plataforma da Microsoft que permite automatizar fluxos de trabalho entre as suas aplicações e serviços favoritos. Aqui irá encontrar uma forma de automatizar tarefas repetitivas, definir notificações automáticas para certos eventos, criar fluxos de aprovação e até ver o que dizem da sua empresa nas redes sociais!
 
 

O que é o Microsoft Flow?

 
O Flow é mais uma ferramenta da plataforma Power da Microsoft, tal como o PowerApps e PowerBI. Já sabemos, de artigos anteriores, que o PowerApps permite criar as suas próprias aplicações móveis sem necessidade de saber código, enquanto que o PowerBI se foca mais na criação de visualizações e relatórios interativos a partir dos dados da sua empresa. O Flow, por sua vez, é a ferramenta responsável por automatizar processos e permitir-lhe tirar o máximo proveito na forma gere a sua empresa.
 
Existem milhares e milhares de combinações possíveis entre os mais de 200 serviços disponíveis para conexão com o Flow e as várias tarefas que este é capaz de realizar. Algumas das mais usadas incluem:
 
• Receber notificações sempre que um evento pré-definido ocorre (como receber um e-mail de um endereço específico ou alguém publicar um Tweet acerca da sua empresa);
• Mover ficheiros entre diferentes serviços com base em determinadas regras de lógica (por exemplo, importar dados inseridos por um utilizador numa PowerApp para o SQL Server da empresa);
• Criar fluxos de aprovação, como pedir dias de férias ou submeter um post num blog, dependentes da autorização de alguém dentro da empresa;
• Recolher, monitorizar e dar seguimento a novas oportunidades potenciais de vendas;
• Recolher dados sobre a sua empresa e partilhar essas informações com a sua equipa;
 


É tão simples trabalhar com o Flow

 
A grande vantagem de trabalhar com o Flow é que não necessita de programar, nem de subscrever serviços dispendiosos e de funcionalidade limitada. O Flow disponibiliza centenas de conectores aos seus utilizadores (poderá consultar a lista aqui) que se poderão interligar entre si facilmente num determinado fluxo de trabalho, seguindo apenas uma lógica de “evento despoleta ação”. Quer ver o quão simples é criar um fluxo de trabalho no Flow?
 
10.1 Flow
 
Clique aqui para abrir a plataforma (se não tem uma conta Office 365, poderá criar uma conta de teste no menu acima). Aqui chegado, poderá selecionar qualquer uma das centenas de modelos pré-definidos disponíveis para implementação. Uma que me agrada particularmente é aquele que me permite receber uma notificação no meu telemóvel sempre que um cliente particularmente importante me contacta por e-mail. Poderá criar um fluxo do zero ou, para maior simplicidade, selecionar um dos modelos que já dá conta desta tarefa (seja através Outlook, Gmail, etc.) – basta pesquisar por “email”, e selecionar o respetivo modelo.
 
10.2 Flow1
 
Este é o espaço de trabalho dentro do Flow. Como pode perceber pela imagem, poderá alterar os vários parâmetros dentro do conector do Gmail, que lhe permite adaptar o fluxo criado de forma a este ser ativado em certas circunstâncias, como por exemplo:
 
• Receber um e-mail de um contacto específico;
• Receber um e-mail com termos-chave no Assunto;
• Incluir anexos;
• Entre outras opções;
 
Poderá, depois, incluir outros passos intermédios, passos adicionais e até condições onde pode definir o tipo de ação desencadeada de acordo com a verificação (ou não) de determinados parâmetros.
 
 
10.3 Flow2
 
A mim é-me bastante útil ter um fluxo que me permita saber em tempo real sempre que recebo um e-mail do meu chefe no endereço profissional! Como tal, basta adaptar os parâmetros “De” e “Para” e está concluído. Também é possível personalizar a notificação e permitir que esta inclua determinada informação que poderá ser definida à partida na edição do fluxo, ou então de forma a incluir conteúdo do próprio e-mail, através do conteúdo dinâmico.
 
Após estas alterações, basta atribuir um nome ao fluxo e guardar. Para este fluxo em específico, terei de ter instalada a aplicação móvel do Microsoft Flow no meu dispositivo móvel (após a conclusão do fluxo, será redirecionado para a página do download). Na aplicação poderá ativar ou desativar os seus fluxos, bem como editar e criar outros. Em poucos segundos, conseguiu criar o seu primeiro fluxo de trabalho totalmente automatizado! No futuro, irei demonstrar o real potencial desta ferramenta quando utilizada em conjunto com o PowerApps, e como a produtividade na sua empresa não será mais a mesma.
Eduardo Ribeiro

Com um percurso académico sólido nas áreas de Economia e Corporate Finance é formador de PowerApps e Business Modelling e desenvolvedor de aplicações financeiras e de gestão.

  1. Comentários (0)

  2. Faça o seu comentário

Comentários (0)

Ainda não existem comentários a este artigo

Deixe os seus comentários

  1. A comentar como convidado. Registe-se ou faça login para aceder à sua conta.
Anexos (0 / 3)
Share Your Location