terça, 28 janeiro 2014

Liderança Autocrática: características, benefícios, desvantagens

Escrito por 

A liderança autocrática é um estilo de liderança que se caracteriza, na generalidade, pelo controlo individual sobre todas as decisões e pelas poucas opiniões dos membros do grupo. Habitualmente, os líderes autocráticos fazem escolhas com base nas suas próprias ideias e julgamentos, e raramente aceitam conselhos dos seguidores. A liderança autocrática envolve controlo absoluto e autoritarismo sobre um grupo.

Este estilo de liderança tem associado alguma conotação negativa mas, em algumas situações, este é o estilo de liderança mais apropriado. A liderança autocrática é algo intuitiva, que traz benefícios quase imediatos e que, para muitos líderes, acaba por ser uma coisa "natural".

Características da Liderança Autocrática

  • Pouca, ou nenhuma, opinião dos membros do grupo
  • Os líderes é que tomam as decisões
  • Os líderes do grupo ditam todos os métodos e processos de trabalho
  • Raramente são confiadas decisões ou tarefas importantes aos membros do grupo
  • Os líderes mantém o controlo e responsabilidade dos projectos que lhes são atribuídos

Benefícios da Liderança Autocrática

Este tipo de liderança traz vários benefícios para o líder que a utiliza, nomeadamente:

  • Redução do stress porque o líder têm o controlo total
  • As decisões podem ser tomadas mais rapidamente (não existe necessidade de grandes consultas antes de avançar)
  • Os trabalhadores têm tendência a ser mais rápidos e mais produtivos (desde que o líder esteja presente).
  • Permite que os membros do grupo se tornem altamente qualificados a executar certas tarefas
  • Processos de trabalho mais simplificados (menos burocracia, menos pessoas envolvidas nas tomadas de decisão, identificação mais rápida das áreas pouco eficientes).

Desvantagens da Liderança Autocrática

Apesar de haver alturas em que este estilo de liderança é vantajoso, também existem muitos outros casos em que a liderança autocrática pode ser muito problemática e trazer desvantagens.

  • Quando o líder abusa deste tipo de liderança pode começar a ser visto, pelos trabalhadores, como sendo "mandão", controlador e ditador, conduzindo muitas vezes ao ressentimento entre os membros do grupo.
  • Os membros do grupo não gostam de não poderem contribuir com as suas ideias, o que pode levar a uma diminuição da motivação e moral
  • Pode haver falta de soluções criativas para os problemas que surgem (o que pode prejudicar o desempenho do grupo)
  • A longo-prazo aumenta o stress para o líder porque é ele que tem de aguentar todas as responsabilidades, durante o tempo todo.
  • Caso o líder se ausente, a produtividade da equipa vai diminuir pois os membros não sentem confiança suficiente para tomarem as suas próprias decisões.

Quando deve ser utilizado?

As melhores alturas, ou situações, para utilizar este estilo de liderança são as seguintes:

  • Quando é necessário controlo
  • Quando existe pouca margem para o erro e/ou prazos para cumprir
  • Com subordinados pouco experientes ou pouco familiarizados com um certo tipo de trabalho
  • Locais de trabalho onde existem muitas pessoas (existe pouco tempo para dedicar a cada pessoa)
  • Em projectos de curto-prazo, complexos e técnicos ou projectos urgentes
  • Com funções pouco qualificadas com tarefas monótonas (que podem conduzir a uma baixa motivação)
  • Quando existe muito turnover por parte dos trabalhadores (é importante manter o conhecimento organizacional no líder)

Sectores onde o estilo de Liderança Autocrática se ajusta bem

  • Militar
  • Construção
  • Indústrias/Fábricas

Como ser eficaz com este estilo de liderança

  • Respeite os subordinados
  • Explique bem as regras (porque é que as pessoas têm de seguir um certo procedimento)
  • Seja consistente
  • Eduque antes de impôr (faça com que todas as pessoas compreendam as suas expectativas desde o início)
  • Ouça, mesmo que você não mude

Image courtesy of Stuart Miles / FreeDigitalPhotos.net

Ana Serafim

Psicóloga do Trabalho e das Organizações

  • B. Dutra

    O que sempre deveria caracterizar as ações é a individualidade. As pessoas precisam estar motivadas para agirem sempre movidas pelo desejo de realizar o melhor, o que fica travado com a liderança forte impositiva. Mas o mundo vive o apagão mental e espiritual, tendendo para a robotização. O trabalho se torna dividido e rotineiro. No regime de Capitalismo de Estado a rigidez é ainda maior. Acredita-se que haja uma tendência crescente para a centralização das decisões, mas o homem tem que ter iniciativa, examinar e raciocinar com clareza para entender o que se passa com a sua vida.

  • Bom dia, gostaria de saber se tem algum vídeo sobre liderança autocrática.

  • Flávia

    Gostaria de saber a referência do artigo? E a psicóloga é graduada em que, onde?

  • Josy

    Por favor, em que ano foi publicado este artigo?

  • Em resposta a Josy

    Olá Josy,
    O artigo foi escrito em 2014.
    Obrigado!
    :)

Deixe os seus comentários

Comentar como convidado

0
Os seus comentários estão sujeitos a aprovação