terça, 19 março 2013 15:53

O modelo Hersey-Blanchard: como liderar eficazmente os seus colaboradores

Escrito por 

Paul Hersey e Ken Blanchard apresentaram uma teoria sobre a liderança onde sugeriram que o mais importante era adaptar o estilo de liderança de cada um à situação em causa. Ou seja, a teoria da Liderança Situacional afirma que em vez de se utilizar apenas um estilo de liderança, os líderes de sucesso devem mudar os estilos de liderança, tendo em conta a maturidade das pessoas que lideram e os detalhes da tarefa em causa.

Utilizando esta teoria, os líderes devem ser capazes de colocar mais ou menos ênfase na tarefa e mais ou menos ênfase nos relacionamentos com as pessoas que lideram, dependento do que é necessário para completar o trabalho/projecto/tarefa com sucesso.

Estilos de Liderança

Para este modelo de Liderança Situacional existem 4 estilos de liderança principais:

  • Comando (Telling): os líderes dizem às pessoas o que elas têm de fazer exactamente e como o devem fazer.
  • Venda (Selling): Os líderes ainda fornecem informações. Estes "vendem" a sua mensagem para que a equipa "entre a bordo".
  • Participação (Participating): Os líderes focam-se mais no relacionamento e menos na direcção. Trabalham com a equipa e partilham responsabilidades na tomada de decisão.
  • Delegação (Delegating): Os líderes passam a maior parte da responsabilidade para os seus seguidores ou para o grupo. Continuam a acompanhar o progresso mas estão menos envolvidos nas decisões.

Os dois primeiros estilos estão mais orientados para a realização das tarefas e os dois últimos estão mais preocupados com o desenvolvimento das capacidades dos membros da equipa para trabalharem de forma independente.

Níveis de Maturidade

Para estes autores, o estilo de liderança a utilizar está muito dependente da maturidade da pessoa ou grupo que está a liderar. Por isso, dividem a maturidade em 4 níveis diferentes:

  • M1 – As pessoas com este nível de maturidade estão no nível mais baixo da escala, faltando-lhes conhecimento, competências ou confiança para trabalharem sozinhas, e precisam, frequentemente, de ser "empurrados" para continuarem a tarefa.
  • M2 – As pessoas podem querer trabalhar na tarefa mas ainda não têm as competências para a realizarem com sucesso. No entanto, já podem ser questionados e podem procurar, elas mesmo, as respostas.
  • M3 – Aqui as pessoas estão preparadas e querem ajudar nas tarefas. Já possuem mais competências que o grupo anterior mas ainda não se sentem confiantes nas suas capacidades. As pessoas já são encorajadas a apresentarem as suas próprias ideias.
  • M4 – As pessoas estão aptas a trabalharem sozinhas. Têm elevada confiança, competências fortes, e estão comprometidas com a tarefa. Recebem muitas vezes os seus projectos e lideram as suas próprias equipas.

Assim este modelo indica um estilo de liderança para cada nível de maturidade, conforme se mostra no esquema seguinte:

tabela lideranca maturidade

Para utilizar este modelo, reflicta sobre a maturidade dos indivíduos da sua equipa. De acordo com essa reflexão, poderá ver qual o estilo de liderança mais eficaz, de acordo com estes autores, para a sua equipa.

modelo lideranca situacional

Ana Serafim

Psicóloga do Trabalho e das Organizações

  1. Comentários (0)

  2. Faça o seu comentário
Ainda não existem comentários a este artigo

Deixe os seus comentários

  1. A comentar como convidado. Registe-se ou faça login para aceder à sua conta.
0 Characters
Anexos (0 / 3)
Share Your Location