Seis questões para analisar num website

Escrito por 

É tentador acreditar que qualquer website pode tornar-se uma máquina de movimento perpétuo de lucro. Mas antes de começar um, investir num ou de ir trabalhar para um, há algumas coisas a questionar:

  1. Qual é a receita por visita? (RPM). Por cada mil visitantes, quanto dinheiro faz o site (em publicidade ou vendas)?
  2. Qual é o custo para obter uma visita? O site utiliza relações públicas (RP) ou anúncios online ou negócios afiliados para obter tráfego? Se sim, qual é o rendimento?
  3. Há algum coeficiente viral? Os visitantes existentes podem gerar novos visitantes como resultado de conversas (oralmente) ou efeito da rede de contactos. Quantos novos visitantes consegue trazer cada utilizador já existente? (Dica: menos de 1. Se fosse mais de 1, então todas as pessoas do planeta brevemente seriam utilizadores.)
  4. Qual o custo de uma visita? O site vai precisar de serviço ao cliente, servidores ou vai ter outras despesas assim que começa a aumentar o tráfego?
  5. Há membros/utilizadores? Há uma grande diferença entre as visitas de passagem e utilizadores registados. Estes membros pagam alguma taxa, aparecem mais vezes, perdem alguma coisa se mudarem?
  6. Qual é a base de permissão e como é que está a mudar? O único recurso que pode ser construído e medido online, de modo confiável, ainda é a permissão. A atenção é escassa e a permissão é o privilégio de entregar, antecipadamente, mensagens pessoais e relevantes a pessoas que querem recebê-las. A permissão é fácil de medir e de difícil crescimento.

Faça as contas através das empresas de sucesso online e compare-os com os das empresas que estão a lutar. Estas seis medidas irão ajudá-lo a compreender a diferença. Por exemplo, se o RPM é menor do que o custo de obter um novo visitante, vai ter um problema. Se o site confia nas tendências e RP ocasionais mas não está a construir uma base de permissões, também tem um problema.

A boa notícia é que qualquer um deles pode ser alterado se estiver atento e disposto a fazer uma cirurgia no modelo de negócio e na estrutura do site.

A estrutura ideal é um negócio que seja uma plataforma e não meramente um lugar de passagem. Assim que as pessoas entram e se tornam membros, estão hesitantes por sair, partilham permissões ao longo do tempo, dizem aos seus amigos, o seu RPM aumenta e o custo de adquirir e hospedar membros desce.

A verdadeira questão que se coloca é: você está nesse caminho?

Seth Godin

Seth Godin é um guru do marketing. Autor de diversos livros de referência, é também consultor de gestão e professor. É responsável pelo blogue Seth's Blog, que recomendamos.

Website: www.sethgodin.com

Deixe os seus comentários

Comentar como convidado

0
Os seus comentários estão sujeitos a aprovação
termos e condições.
  • Nenhum comentário encontado