Ouvimos a palavra “inovação” a toda a hora, principalmente porque a inovação se relaciona diretamente com vantagem competitiva. A maioria das pessoas vê a inovação como um evento raro. É muito mais do que isso.

Tal como outras novas práticas de gestão, a holocracia nasceu numa empresa (e não das cabeças de académicos ou consultores de gestão). Neste caso, a holocracia nasceu na Ternary Software, uma startup, e pretende substituir a hierarquia tradicional por um "sistema operativo" autorregulado. O que é como quem diz: uma organização sem chefe formal.

 

Tal como num relógio, as empresas funcionam através de mecanismos. Porém, em vez de peças, as empresas têm pessoas - não só os seus empregados como também pessoas externas à empresa que com ela se relacionam, funcionando, no seu conjunto, como um organismo vivo, que persegue um ou vários objetivos comuns. O sistema de controlo interno é o conjunto de políticas e procedimentos que asseguram que a empresa atinge os objetivos a que se propõe, de acordo com a lei e outros regulamentos dentro de um quadro de elevada eficiência operacional.

Eu não sou especialista em Finanças, creio que nunca o serei. Mas tive recentemente de participar na negociação de uma aquisição de uma empresa e decidi fazer um curso especializado em rácios de gestão on-line. Aqui fica um resumo do que aprendi.

O oposto do escuro é a luz. A luz torna o escuro menos daquilo que ele é. O oposto do quente é o frio. Adicionar um ao outro diminui os dois. Então qual é o oposto do sucesso?